Aluna egressa da Novo Milênio cria projeto de agendamento de vacina da Covid-19 para população vulnerável

(Me Ajude a Vacinar Você/Atitude Inicial)

Conectar voluntários com acesso à internet e pessoas idosas ou em vulnerabilidade socioeconômica, para realizar o agendamento de vacina da Covid-19 e democratizar a imunização contra a doença que assola o Brasil e o mundo. Esse é objetivo do projeto “Me Ajude a Vacinar Você”, idealizado pela aluna egressa Clarissa Frasson, formada em Comunicação Social em 2015 pela Faculdade Novo Milênio, em conjunto com Jota Júnior, fundador e diretor executivo da Atitude Inicial – empresa dedicada a desenvolver projetos sociais criativos.

Segundo Clarissa, coordenadora do projeto – e também coordenadora de produção da Atitude Inicial –, a iniciativa surgiu da necessidade que várias pessoas da equipe perceberam em comunidades periféricas onde moram, diante da dificuldade de parentes e vizinhos em acessar os sites das prefeituras da Grande Vitória e fazer o agendamento de vacinação. A partir daí, o time da Atitude Inicial abraçou a ideia.

“Com isso, a ideia do projeto surgiu para conectar quem tem acesso com quem não tem, criando mutirões de agendamentos para democratizar a vacina contra a Covid-19 ao máximo de comunidades no Espírito Santo. O objetivo é ampliar e acelerar a imunização em pessoas em vulnerabilidade socioeconômica, que também acabam tendo menos acesso aos serviços de saúde para prevenção e tratamento da doença”, explicou.

A plataforma virtual foi lançada no último dia 5 de junho e já recebe os cadastros tanto de voluntários quanto de pessoas que precisam de agendamento. Além disso, o Me Ajude a Vacinar Você também mantém contato presencial, para levantamento de pessoas que ainda precisam ser vacinadas, com associações de moradores, lideranças e representantes de diversas comunidades capixabas, priorizando idosos, pessoas com comorbidades e pessoas com dificuldades socioeconômicas. Em seguida, esses dados são distribuídos entre os voluntários para a organização dos mutirões.

O projeto – que já possui quase 250 voluntários – já realizou 48 agendamentos e outros 27 estão aguardando abertura de vagas. A partir desta semana, será realizado um workshop com os voluntários para aumentar a rede de atendimento e ampliar a marcação das vacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *