Polo FNM/Arte na Escola vai selecionar projetos inovadores de professores para premiação nacional

(Divulgação)

O Programa de Extensão Polo FNM/Arte na Escola, parceria entre a Faculdade Novo Milênio e o Instituto Arte na Escola (IAE), coordena, até a próxima sexta-feira (18), a etapa de Avaliação Local do XXII Prêmio Arte na Escola Cidadã (PAEC).

O prêmio é realizado desde 2000 pelo IAE e chega à sua 22ª edição com o objetivo de reconhecer, revelar e dar visibilidade a projetos desenvolvidos por professores de Artes em exercício, bem como reconhecer e divulgar projetos exemplares nesta área de conhecimento.

Os projetos inscritos no PAEC são avaliados em quatro etapas:

  • Inscrição atendendo todos os critérios estabelecidos;
  • Etapa de Seleção Local, realizada pelas comissões de avaliação locais dos polos universitários da Rede Arte na Escola. Os projetos selecionados serão considerados semifinalistas;
  • Etapa de Seleção Regional, realizada pelas comissões de avaliação regionais dos polos universitários da Rede Arte na Escola. Os projetos selecionados serão considerados finalistas;
  • Etapa de Seleção Nacional, realizada pela comissão de avaliação nacional. Os projetos indicados serão considerados vencedores do XXII Prêmio Arte na Escola Cidadã.

As comissões de avaliações Local e Regional são compostas por especialistas em Artes, Educação e Cidadania, que estão em exercício na Educação Básica, indicados pelos coordenadores dos polos universitários da Rede Arte na Escola, em número proporcional à quantidade de projetos inscritos na região.

A premiação da 22ª Edição do PAEC acontecerá no dia 25 de novembro, em cerimônia de anúncio e entrega dos prêmios a cinco professores da Educação Básica, nas categorias: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Cada um deles receberá, como prêmio:

Professor: R$ 10 mil em dinheiro; certificado de premiação; troféu e gravação de um documentário sobre o projeto;

Escola: um computador e uma câmera digital; participação do representante da escola no evento de premiação; troféu; certificado de premiação; gravação de um documentário sobre o projeto;

Polo: certificado de premiação, troféu e participação de um coordenador (geral ou pedagógico) no evento de premiação.

De acordo com a professora Maria da Penha Fonseca, coordenadora do Polo FNM/Arte na Escola e do curso de Pedagogia da faculdade, a Novo Milênio coordena a Comissão de Avaliação Local do PAEC desde 2013 e já sediou uma Comissão de Avaliação Regional. Penha também ressaltou que o Espírito Santo já teve professores premiados em edições anteriores:

  • 2011 –  XII PAEC

Ensino Fundamental I  Projeto: “Brincando de Animação”; Professor: Thiago Zanotti Pancieri; Escola: Escola Municipal de Ensino Fundamental Feu Rosa; Cidade: Serra/ES.

Ensino Fundamental II  Projeto: “Maravilhas do Espírito Santo – Educação Patrimonial”; Professor: Peterson de Castro Cardoso; Escola: UMEF Alger Ribeiro Bossois; Cidade: Vila Velha/ES.

  • 2012 – XIII PAEC

Educação Infantil – Projeto: “Nós Afros”; Professora: Marilene Alves da Cruz Gonçalves, Escola: CMEI Darcy Castello Mendonça; Cidade: Vitória/ES.

  • 2013 – XIV PAEC

Educação de Jovens e Adultos – Projeto: “Meu Barraco, Minha Vida”; Professora: Maria Goreth dos Santos; Escola: EEEFM ALMIRANTE BARROSO; Cidade: Vitória/ES.

  • 2014 – XV PAEC

Educação Infantil –  Projeto: “Possibilidades Estéticas: Arte e natureza com Frans Krajcberg”; Professora: Erica Poltronieri Pereira; Escola: CMEI Marlene Orlande Simonetti; Cidade: Vitória/ES.

  • 2018 – XIX PAEC

Educação Infantil – Projeto: “Em busca de sonhos: para além das imagens”; Professora: Sonia Maria de Oliveira Ferreira; Escola: CMEI Santa Rita de Cássia; Cidade: Vitória/ES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *